andré barata

“O jogo da filosofia é sempre um jogo insensato. Supor, porém, que não fosse absolutamente sério seria um ultraje. Se não fosse subversivo, irritante e insuportável, Sócrates teria sido simplesmente ridículo”.

Últimas entradas

A praga do igualismo

  Onde as políticas igualitárias procuram alargar horizontes de possibilidades, o igualismo tenta eliminar as diferenças na sociedade.   Por vezes é com palavras quase iguais que conseguimos exprimir as maio…


Pôr o dedo na desigualdade

  Não é preciso ser mais do que social-democrata para reconhecer que Governo e parceiros estão certos ao escolherem políticas que contrariam a tendência para a desigualdade estrutural. Entre 2009 e 2014, a m…


Por uma esquerda recomposta

  Para a esquerda ser alternativa, é indispensável vontades políticas alcançarem uma convergência e imprescindível constituírem-se veículo de um programa político.   A recomposição da esquerda …


Radicalizar a social-democracia para a salvar

  A social-democracia,  apanágio de muitos dos países que integram a OCDE, está a falhar desde há pelo menos duas décadas. O seu propósito era conter o crescimento das desigualdades através de políticas redis…



Véus há muitos

Hoje, em muitos lugares do mundo, ser mulher muçulmana é muito difícil. Na Europa, cada vez mais. Cumpria-nos, nós que acreditamos na liberdade, não contribuirmos para esta condição.   A polémica proibiç…