andré barata

“O jogo da filosofia é sempre um jogo insensato. Supor, porém, que não fosse absolutamente sério seria um ultraje. Se não fosse subversivo, irritante e insuportável, Sócrates teria sido simplesmente ridículo”.

Representações da Portugalidade

ISBN: 9789722125406

Editora: Caminho

Comprar

Sinopse

Dos muitos modos de ver as várias facetas da Portugalidade, é possível gerar um encontro entre distintas linguagens, objetos e perspectivas sobre a identidade portuguesa. Para lá de uma pretensa ou presumível essência, que não tem de resumir o essencial da Portugalidade, muito menos dispor de contornos precisos, é ambição deste livro apreciar a pluralidade e eventual singularidade dos elementos de Portugalidade, num diálogo multidisciplinar, cultural e aberto, entre o material e o simbólico, a representação e a produção, o passado e o futuro. Porque a identidade não tem a ver apenas com o que somos e de onde vimos, mas também com o que queremos fazer com aquilo de que dispomos. Comunicações de: Silvina Rodrigues Lopes • António dos Santos Pereira • Carla Sofia Gomes Xavier Luís • Daniel Ribas • André Barata • Luís Cunha • José Neves • José Manuel Sobral • Daniel Melo • José Ricardo Carvalheiro • Luís Henriques • Mariana Pinto dos Santos • Alexandre António da Costa Luís • João de Melo • Mário de Carvalho

« Sentidos de Liberdade - Experiências Descritivas Dos Sentidos Das Coisas »