andré barata

“O jogo da filosofia é sempre um jogo insensato. Supor, porém, que não fosse absolutamente sério seria um ultraje. Se não fosse subversivo, irritante e insuportável, Sócrates teria sido simplesmente ridículo”.

Sobre André Barata

Professor da Universidade da Beira Interior (UBI) em Portugal e investigador do LabCom.IFP — Comunicação, Filosofia e Humanidades. Filósofo com doutoramento em filosofia contemporânea pela Universidade de Lisboa, tem como áreas de interesse principais a fenomenologia da intersubjectividade e a filosofia política. Foi Professor visitante na UERJ (Brasil, Rio de Janeiro) e ISPA (Lisboa). É autor de vários livros: "Metáforas da Consciência" (Campo das Letras, 2000), “Sentidos de liberdade” (Ta Pragmata, 2007), "Círculos" (Caminho, 2007), “Mente e consciência” (Univ. Lisboa, 2009), "Primeiras Vontades" (Documenta, 2012) e, em co-autoria com Renato Carmo, "O futuro nas mãos — De regresso à política do bem comum" (Tinta da China, 2015). Co-editou também "Representações da Portugalidade" (Caminho, 2011) e "Estado Social: De todos para todos" (Tinta da China, 2014).

Escrito por admin na Terça Abril 22, 2014
Link permanente -

« 404 Page not found -